Cinema sem fio: O Prisioneiro da Grade de Ferro

Carandiru

Cinema sem fio: O Prisioneiro da Grade de Ferro

A 24ª sessão do programa “Cinema sem fio” apresenta o filme “O prisioneiro da grade de ferro”, de Paulo Sacramento (2003). A obra foi escolhida pelo público da última sessão, após o debate sobre o filme “Jaci – Sete pecados de uma obra amazônica”.

O “Cinema sem fio” é o cineclube da Vila Itororó Canteiro Aberto. Os filmes são sempre escolhidos pelo público, que após as exibições faz um debate e a partir dele decide como continuar o “fio”.

O FILME
Utilizando as técnicas aprendidas em um curso de filmagem ministrado dentro do Carandiru, na época o maior centro de detenção da América Latina, os detentos documentam seu cotidiano, registrando as condições precárias nas quais sobrevivem, dez anos após os acontecimentos de um dos episódios mais sangrentos da história do Brasil, o Massacre do Carandiru, que custou a vida de mais de uma centena de detentos.

Através do olhar dos presos, o público pode conhecer as formas – muitas vezes inusitadas – que eles encontram para lidar com a vida dentro do cárcere, os outros detentos, a distância dos familiares e a passagem do tempo.

O programa “Cinema sem fio” funciona como um cineclube e é o público que debate e escolhe os filmes exibidos. A atividade integra as ações de formação de público do projeto Vila Itororó Canteiro Aberto.

ATIVIDADE GRATUITA

Endereço: Rua Pedroso, 238 – Bela Vista
Próximo ao metrô São Joaquim

Compartilhe:Share on FacebookGoogle+Tweet about this on Twittershare on TumblrEmail to someonePin on Pinterest