Goethe na Vila

Goethe na Vila

Chamada para projetos – inscrições até 28 de agosto.
Para saber mais, visite o site do Goethe-Institut São Paulo.

Por meio de uma chamada aberta, o Goethe na Vila selecionará até 10 projetos por ano – cada projeto receberá um apoio fixo de 12.000 reais. O Goethe na Vila pretende assim firmar-se, em São Paulo, como um importante espaço para projetos culturais. Os projetos escolhidos receberão um suporte financeiro e deverão funcionar de forma autônoma no térreo da Casa 8 do conjunto arquitetônico da Vila Itororó.

A seleção será realizada por um júri (cujos nomes serão divulgados em breve). Os projetos deverão ser realizados entre fevereiro e dezembro de 2017. A chamada visa incentivar projetos que proporcionam reflexões ou ações críticas no espaço urbano entendido como construção social. De forma mais abrangente, os projetos podem abordar e problematizar questões gerais que se articulam às políticas urbanas; à construção do espaço; às relações entre centro, periferia e “culturas periféricas”; aos processos de gentrificação; e ao direito a cidade (do acesso à cidade à construção da mesma). De forma mais específica, os projetos podem olhar para o próprio local e assim questionar suas dinâmicas internas: quem são as pessoas que moravam na Vila Itororó e quem são as pessoas que hoje usam o espaço? Que definição de cultura está em jogo ali? Quais são as narrativas e as construções identitárias em disputa? Que possibilidades de intervenção no espaço pode ser feita, acompanhando os debates públicos ao redor da renovação da Vila Itororó? Vale ressaltar que é no encontro dessas múltiplas escalas que os projetos poderão enxergar como as transformações urbanas e a vida dos moradores relacionam-se entre si. Levando em conta o respeito a esses eixos, a prioridade será dada aos projetos mais experimentais.

Não há restrição quanto ao suporte ou ao formato do projeto: a inscrição é livre para qualquer disciplina ou área das artes e da cultura. Como resultado do trabalho desenvolvido, os selecionados deverão realizar um evento aberto, gratuito e que fomente a circulação do público pelo espaço Goethe na Vila.

Espaços para projetos similares ao Goethe na Vila já foram desenvolvidos pelo Goethe-Institut em Johannesburgo (Goethe on Main) e em Nova York (Ludlow 38). Sua contribuição na Vila Itororó Canteiro Aberto, projeto da Secretaria Municipal de Cultura realizado em parceria com o Instituto Pedra, tem como objetivo potencializar e diversificar a participação de pessoas e coletivos interessados em desenvolver projetos no espaço da Vila Itororó.

Compartilhe:Share on FacebookGoogle+Tweet about this on Twittershare on TumblrEmail to someonePin on Pinterest