Coordenadas por Guilherme Assolan, Rachel Monteiro e Levi Orion, as oficinas de circo são divididas em dois momentos. Na primeira hora, o foco é em vivências em acrobacia em dupla, uma das diversas habilidades do circo, por uma proposta pedagógica segura e que visa o autoconhecimento e o respeito ao próximo. Nos encontros são realizados exercícios individuais de consciência corporal, força, flexibilidade, figuras acrobáticas com o porto deitado, em pé e com ambos os participantes em pé. Na segunda parte dos encontros o objetivo é resgatar uma brincadeira tradicional e as suas possibilidades como habilidade circense, através da perna de pau. Os encontros são recheados de novas descobertas, com esse prolongamento das pernas. O equilíbrio, a inteligência espacial e a consciência corporal são estimulados na oficina. São estimuladas possibilidades de dança com o aparelho, acrobacias individuais e em grupo. Fotos: Camila Picolo