Recomeço do Cinema sem fio: “TAVA, a casa de pedra”

cinemasemfio-tava

Recomeço do Cinema sem fio: “TAVA, a casa de pedra”

Entre 2 de julho de 2015 e 1º de dezembro de 2016 aconteceram 20 sessões do programa “Cinema sem fio”. O primeiro filme do programa, Esse amor que nos consome, de Allan Ribeiro, foi escolhido pela equipe de ativação cultural da Vila Itororó Canteiro Aberto e todos os filmes seguintes pelo público presente nas sessões, a partir do filme visto e debatido coletivamente.

A pessoa que tivesse sugerido o filme mais votado ficava responsável por comparecer na próxima sessão e apresentar um fio entre o filme anterior e o filme que seria exibido, garantindo uma continuidade não somente do programa mas do público.

Não foi possível obter autorização para exibir o filme imaginado pelo público para a 21ª sessão, Lavoura Arcaica, de Luiz Fernando de Carvalho, e decidimos começar um novo fio. Para abrir esse novo ciclo iremos projetar TAVA, a casa de pedra, de Ariel Ortega, Ernesto de Carvalho, Patricia Ferreira e Vincent Carelli.

O filme discute patrimônio material e imaterial de forma crítica, ao abordar a memória mítico-religiosa dos Mbya-Guarani sobre as missões jesuíticas (também chamadas de reduções) – por exemplo a Redução Jesuítico-Guarani de São Miguel Arcanjo, localizada no município de São Miguel das Missões, no Rio Grande do Sul – e a guerra guaranítica do século XVII no Brasil, Paraguai e Argentina.

As sessões deste cineclube são mensais, acontecendo toda primeira quinta-feira do mês. No mês de março, excepcionalmente, a sessão será no dia 9, próxima quinta-feira.

TAVA, A CASA DE PEDRA
Um filme de Ariel Ortega, Ernesto de Carvalho, Patricia Ferreira e Vincent Carelli – Produtora: Vídeo nas Aldeias
Quinta-feira, 9 de março, às 19h30

Endereço
Rua Pedroso, 238 – Bela Vista
Próximo ao metrô São Joaquim

Entrada gratuita

Compartilhe:Share on FacebookGoogle+Tweet about this on Twittershare on TumblrEmail to someonePin on Pinterest